shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : R$0,00
View Cart Check Out

1998 – Copa Rio





1998 – Copa Rio

Compartilhe:

A Copa Rio de Profissionais de 1998 foi a 8ª edição da Copa Rio, denominada neste ano de Róbson Pantaleão Resende, competição organizada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, para definir o segundo clube do Rio de Janeiro a disputar a Copa do Brasil.

Apesar de todas as equipes participarem da competição com suas equipes profissionais, o Fluminense passava pelo pior momento de sua história, tendo sido rebaixado para a Série C do campeonato Brasileiro e preferiu disputar a competição com a equipe de juniores. A decisão não poderia ser mais acertada.

Com um time de meninos, o Fluminense chegou à final diante do São Cristóvão (classificado no grupo do Flamengo e vencedor da semifinal diante do Volta Redonda), tendo vencido todos os seus jogos. Apesar da boa campanha, a partida terminou empatada em 0 a 0 no tempo normal, mas na prorrogação, o jovem apoiador Roger deu seu cartão de visitas à torcida destruindo a defesa alvinegra com gols e passes milimétricos, o Fluminense venceu a partida por 4 a 0 levantando a taça e plantando um fio de esperança a torcida que ansiava por dias melhores.  

Esse foi o último ano em que os grandes clubes do Rio de Janeiro disputaram a competição, pois no ano seguinte, a vaga para Copa do Brasil passou a ser decidida pelo Ranking da CBF como critério de classificação.

A campanha do Fluminense:
Fase de grupos:

Bonsucesso 1 x 4 Fluminense

Fluminense 3 x 0 Olaria

Fluminense 3 x 2 Campo Grande

Fluminense 1 x 0 Bonsucesso

Olaria 0 x 3 Fluminense

Fluminense 3 x 1 Campo Grande

Semifinais

Botafogo Macaé 0 x 1 Fluminense

Fluminense 2 x 0 Botafogo Macaé

Final
FLUMINENSE 4 X 0 SÃO CRISTÓVÃO

Data: 19/12/1998.

Local: Estádio da Rua Bariri.                                    

Árbitro: Wiliam Marcelo Nery.

Cartões amarelos: Flavinho, Gabriel e Roger, todos para jogadores do Fluminense.

Renda e público: Não disponível.

Fluminense: Diogo; Flávio, Wagner, Emerson, Ademir; Roberto Brum, Jorge Luís,

Bruno Reis (Wellington), Roger; Gabriel Lima e Flavinho (Castro).

Técnico: Duílio.

São Cristóvão: Zé Carlos; Wendel, César, Alexandre e Danílson; William

(Bebeto), Peterson, Wallace (Marco Aurélio) e Fabiano; Gutenberg

(Cristiano) e Arnaldo.

Técnico: Jorge Madeira.

Gols: Roger (2) e Castro (2).

Compartilhe: